Se a ideia é abrir o seu próprio negócio, antes de tudo é preciso avaliar quais são as suas aptidões, quanto você pretende investir e qual é o retorno esperado. Depois disso, é hora de começar a estudar o mercado e qual segmento se encaixa em suas expectativas. Se você está em busca de uma oportunidade em um segmento que tem boa demanda e um excelente custo-benefício, já pensou em  apostar no ramo alimentício?

Neste artigo, saiba mais sobre as perspectivas e vantagens para empreender no ramo alimentício. Acompanhe.

1. A segurança e perspectivas positivas do ramo alimentício

A alimentação está entre as necessidades básicas da população, em termos de comércio, junto com vestuário e moradia. Por isso, o ramo alimentício seja no Brasil ou em qualquer lugar do mundo, é sempre o último a entrar em crise e o primeiro a sair.

Isso explica como o faturamento do setor alimentício subiu 9,3% em 2016, ano de recessão econômica no país. No ano seguinte, enquanto outros segmentos tentavam se restabelecer, a indústria alimentícia fez história, e cresceu mais do que o esperado pelo PIB, cuja expectativa era de 0,7%.

Ainda, no topo da lista do Sebrae, na qual estão elencados os negócios mais promissores do ano, está o ramo alimentício. Com tantos aspectos a favor, esse é um dos segmentos mais seguros para se empreender no país

2. Alimentação fora do lar é um hábito no Brasil

Você sabia que o brasileiro gasta, em média, 25% da sua renda em refeições fora de casa? Pois é, seja para momentos de lazer, horário de almoço ou na correria dos estudos, um bar, um food truck, uma lanchonete ou um restaurante com produtos de qualidade sempre são boas opções.

3. Possibilidade de trabalhar com produtos diversificados

Ao abrir um empreendimento no ramo alimentício você, provavelmente, não vai comercializar apenas um tipo de produto. Salgados, refeições, aperitivos, doces, lanches, comidas diferenciadas como veganas e vegetarianas, bebidas, etc. – há uma infinidade de possibilidades para aumentar a receita e agradar os mais variados paladares, ampliando sempre o seu público.

4. Baixo custo e alto retorno

Produtos alimentícios têm baixo custo no momento da fabricação e o retorno sob seu investimento será compensador.

5. Opção de negócio em família

Montar uma equipe competente e de confiança não é tão simples como parece. Por isso, boa parte dos negócios no ramo alimentício são iniciativas familiares.

Trabalhar com familiares é uma chance de ajudar financeiramente as pessoas próximas, além de garantir mais dedicação no trabalho e mais segurança na tomada de decisões.

6. Possibilidade de inaugurar pequenas operações

Diferentemente de outros segmentos, com padrões de investimento altos e fechados, no ramo alimentício, é possível abrir um negócio de acordo com a verba disponível em seu bolso.

Uma lanchonete, um quiosque para venda de salgados, uma telentrega de quitutes, um restaurante por quilo, etc. O tamanho do local e os produtos comercializados podem ser definidos por você.

E então, viu como o ramo alimentício apresenta vantagens para empreender? Quer saber mais? Baixe nosso eBook!