Os clientes gostam de novidades e os cardápios temáticos estão entre as tendências do momento. Entre as opções atuais, a chamada comida de boteco se destaca por seu grande apelo aos mais diferentes públicos.

Se, há alguns anos, poderia existir algo de negativo nessa denominação, hoje esse tipo de quitute é visto como um exemplo da cultura regional brasileira a ser valorizado. Opções de recheios mais diversificados ou mesmo gourmetizados contribuíram para isso. A excelente harmonização desses alimentos com as cervejas e os chops artesanais, que contam com um público cada vez mais fiel, também alavanca o interesse das pessoas pela comida de boteco.

Então, que tal aproveitar essa tendência e lucrar mais em seu negócio de salgado? Confira a seguir nossas dicas!

O que é a comida de boteco?

Como já é possível imaginar, comida de boteco é aquela que faz parte dos menus dos tradicionais botecos e bares brasileiros. A ideia, porém, sofreu uma repaginação, a fim de oferecer quitutes deliciosos, porém de sabores ainda mais variados, que podem ser apreciados como petiscos fáceis de serem apreciados entre um grupo de amigos. 

E quem já trabalha com salgadinhos pode aproveitar esse movimento para aumentar sua lucratividade. É possível, por exemplo, além de vender em seu ponto tradicional, oferecer um pacote de quitutes de boteco para eventos sociais e corporativos, festas de aniversário, happy hours, chá bar, despedidas de solteiro, etc. 

Para os empreendedores que estão buscando novas formas de aumentar suas vendas, essa pode ser uma boa alternativa – principalmente para aqueles que querem ou já adotam a produção automatizada. Isso porque as máquinas ajudam a aumentar consideravelmente a capacidade produtiva, permitem que se faça diversos tipos de salgados e todos com alta qualidade e padronização.

Exemplos de salgadinhos para um cardápio de comida de boteco

A comida de boteco é bastante variada. A seguir, falaremos sobre alguns dos petiscos mais tradicionais. Ah, todos eles podem ter sua massa feita com as máquinas da Maqtiva!

1. Enroladinho de salsicha

Para que sua comida de boteco fique caprichada, dê preferência a prepará-la com o auxílio de uma máquina de salgados. Assim, você garante alta produtividade, homogeneidade e padronização de todos seus quitutes.

O enrolado de salsicha pode ser feito nesse equipamento. Para isso, coloque  4,8 litros de água na masseira e adicione 3 cubos de caldo de galinha, 3 colheres de sopa rasas de alho e sal, 300 gramas de margarina e 100 ml de óleo para o preparo da massa.

Então, espere levantar fervura e inclua 3 kg de farinha de trigo, deixe em fogo médio por aproximadamente 7 minutos. Desligue e leve pra esfriar em uma mesa de pedra ou inox. Para o recheio, é possível utilizar um molde cortador de salsicha para agilizar o trabalho. 

2. Bolinha de provolone

A mesma massa do enroladinho pode ser utilizada também para as bolinhas – utilizando-se um molde de bolinha. Para o recheio, você pode triturar o queijo em um multiprocessador e misturar orégano e requeijão a gosto.

3. Bolinho de ovo

O bolinho de ovo é um clássico entre as comidas de boteco. Para fazê-lo, coloque em uma panela 6 ovos, cubra-os com água e leve-os ao fogo alto para cozinhar por 5 minutos após ferver.

Então, retire-os do fogo e coloque os ovos em água gelada por cerca de 10 minutos. Tire-os da água para descascá-los cuidadosamente, a fim de evitar que eles rachem. Depois bate dois ovos com sal, pimenta (a gosto) e 50 g de queijo parmesão ralado.

A partir disso, passe os ovos cozidos na farinha de trigo (duas xícaras de chá), no ovo temperado e na farinha de rosca. Agora, frite-os em óleo quente até dourar. Por fim, retire-os com cuidado do fogo e finalize escorrendo-os em papel toalha. Uma dica importante é que a massa dessa delícia também pode ser feita em uma máquina de salgadinhos.

4. Risoles de milho

Outro dos queridinhos do público que busca pelo sabor da comida de boteco. Esse salgado pode ser feito em uma masseira, agilizando sua produção.

Para isso, coloque no equipamento 8,5 litros de água, 500 gramas de margarina, 5 cubos de caldo de galinha ou 5 colheres em pó, 4 colheres rasas de alho e sal e 200 ml de óleo de soja. Após misturar todos os ingredientes, leve-os ao fogo e aguarde até levantar fervura. Então, abaixe o fogo e coloque a farinha de trigo da sua preferência, deixe sovando até que a massa se desprenda do fundo da panela.

Depois disso, desligue o fogo, deixe bater por mais cerca de três minutos e leve a massa à mesa para esfriar. Para o recheio, você poderá utilizar milhos verde em lata batidos no liquidificador com água e leite.

5. Kibe

Esse é um item que não pode faltar em seu cardápio de comida de boteco! Para prepará-lo em sua máquina de salgados, basta deixar 2 kg de farinha de kibe de molho na água morna para hidratar (para isso, coloque água até cobrir a farinha completamente).

Após 2 horas de descanso, coloque a massa na masseira sem fogareiro, acrescente 2 kg de carne moída e os temperos a gosto (alho, sal, caldo de carne, cebola), 200 ml de óleo e 400 g de farinha branca. Deixe bater até dar liga (por cerca de 10 minutos). Agora, essa mistura pode ser passada na modeladora. O recheio pode ser feito a base de requeijão ou molho de carne moída.

6. Croquete

Refogue 2 kg de carne moída e tempere. Coloque-a na masseira com 2,5 litros de água, 500 ml de leite, 200 g de margarina, 100 ml óleo e 1 colher de corante (colorau). Aguarde até a mistura levantar fervura, adicione 2 kg de farinha de trigo e repita o procedimento de esfriar e sovar após o cozimento. Para tornar o trabalho ainda mais prático, é possível utilizar um molde de croquete.

Dica: para mais detalhes sobre essas e outras receitas de comida de boteco, baixe nossos e-books com diversas informações úteis para incrementar a sua produção de salgados.

E então, que tal investir nessa ideia e criar seu cardápio de comida de boteco? Se você ainda não tem sua máquina de fazer salgados para começar essa empreitada, entre já em contato conosco e encontre o equipamento ideal para seu negócio!