Uma das maiores preocupações de todo empreendedor é não faltar dinheiro em seu negócio, já que essa é a base para o sucesso, a segurança e a inovação de um empreendimento.

No entanto, para que tudo saia como planejado, é preciso tomar alguns cuidados diários, principalmente, no que compete ao fluxo de caixa e à qualidade dos produtos comercializados.  Afinal, todos os aspectos de um negócio impactam em sua saúde financeira.

Mesmo você estando sempre atento a diversas questões do seu empreendimento, acontece de faltar dinheiro? Se você tem um ponto comercial físico ou vende salgados sob encomenda, isso provavelmente, já aconteceu ou ainda acontece, certo? 

Para ajudá-lo com essa questão, preparamos este artigo com diversas dicas para a gestão financeira de seu negócio. Acompanhe a seguir. 

1. Planejamento é a base para não faltar dinheiro no negócio

Antes de abrir um negócio, é preciso entender sobre o mercado que você está inserido e aonde quer chegar em curto, médio e longo prazo. Estude muito sobre seus concorrentes, faça contas, teste produtos, meios de divulgação, preço, etc.

O máximo de informações que tiver sobre o seu negócio e seus clientes ajudará você a criar estratégias mais eficientes para vender mais e não passar por apertos financeiros.

2. Finanças organizadas é fundamental

Organizar o fluxo de caixa é uma ação-chave para que não falte dinheiro em sua empresa. Ter controle do que entra e do que sai é necessário para prever possíveis épocas de baixa, planejar como investir e, principalmente, não ser surpreendido negativamente.

3. Separação entre verba pessoal e empresarial

“Vou pegar só R$ 10 reais e depois eu reponho”. Se você nunca fez isso, parabéns! Porque boa parte dos empreendedores já fez e continua fazendo. Misturar as finanças pessoais com dinheiro do seu negócio pode ser um caminho sem volta para que as coisas saiam do eixo.

Crie contas  bancárias separadas para cada um desses objetivos e separe bem o que é dinheiro do empresário e o que é do empreendimento.

4. Lembre-se: a qualidade do produto também impacta na saúde financeira do negócio

De nada vai adiantar cumprir todos os passos anteriores se o seu produto não for de qualidade. Para destacar os seus salgados dos demais, utilize bons ingredientes, preocupe-se com a textura da sua massa, com o sabor do recheio, o método de fritura, a apresentação do produto, sua embalagem, etc. Faça tudo com muito amor e cuidado – esse diferencial será percebido pelo seu cliente que irá voltar para comprar e recomendar o seu produto.

5. Investir em bom atendimento também gera bons dividendos

A experiência de compra é fator fundamental para a fidelização dos clientes. Por isso, preocupe-se em ser diferente de todas as outras pessoas que comercializam o mesmo produto que você.

Entenda as necessidades do seu cliente, personalize a encomenda se for possível, ligue ou mande uma mensagem para entender se o produto agradou, saiba lidar com as críticas e sugestões de melhorias, crie promoções, facilite o pagamento.

Tudo o que você puder fazer para simplificar a vida do cliente e fazer com que ele se sinta único e realmente importante, é válido e irá gerar retornos para o seu negócio.

6. Inovação é combustível para não faltar dinheiro no caixa

Nada é tão bom que não possa melhorar. Nesse caso, a dica é nunca se acomodar. Estar sempre antenado às tendências do mercado, às novas propostas e, principalmente, às sugestões de seus clientes são atitudes benéficas para seu sucesso empresarial e financeiro.

Não tenha medo de mudar, a mesmice é um dos principais gatilhos para faltar dinheiro no caixa em um cenário de concorrência ampla e acirrada.

É importante que você conheça o seu negócio por inteiro. Entender todas as etapas do processo fará com que você identifique onde está errando e onde se encontram as principais oportunidades de diferenciação e crescimento.

E então, pronto para aplicar essas ideias para não faltar dinheiro no seu negócio? Tem alguma outra boa prática que você adota em sua empresa de salgados para manter suas finanças em dia? Deixe sua mensagem nos comentários.