No final de ano, as encomendas aumentam consideravelmente. Comemorações corporativas, encontros, reuniões, amigos-secretos, festas de final de ano, são tantos eventos que fica ainda mais fácil aumentar as vendas. Sendo assim, essa é a hora de usar a criatividade, desenvolver novos produtos e criar o kit festa para os seus clientes.

Neste artigo, confira dicas de como montar o seu kit festa. Acompanhe a seguir.

O que é kit festa?

Ideal para eventos compactos, o kit festa deve ser pensado para ser simples, econômico e funcional para o cliente. Essa é uma excelente alternativa, pois consegue agregar praticidade e atender a demanda por todos os itens necessários em uma comemoração, tais como: bolos, salgados, doces e, por vezes, até itens de decoração.

O kit festa é ideal para várias ocasiões, nas quais os organizadores buscam praticidade, qualidade e bom preço. Responsáveis por confraternizações de empresas e organizadores de eventos e de reuniões, família ou escolinhas que preparam festas para crianças também são potenciais clientes do mercado de festas prontas.

Como montar o seu kit festa?

É importante ter em mente que o kit festa entrega a solução perfeita para o cliente. Salgados, doces, até uma torta ou bolo, num conjunto na medida certa para o seu evento.

Pense no público-alvo que você já tem e no que você pretende conquistar. Em média, quantos salgados são encomendados por cliente? E doces? As pessoas perguntam sobre bolo ou outros tipo de alimentos? Entenda o seu cliente e estude o mercado para entender quais são as reais necessidades dos consumidores.

A dica é começar a fazer kits a partir de 50 salgados, para atender, inclusive, reuniões e eventos menores. Nunca utilize números quebrados, para facilitar a sua produção e definição de valores. Sempre acrescente opções de doces no combo com o salgado. Faça alguns kits diferenciados com bolos, tortas ou outros itens.

Exemplos de kit festa

  • 50 salgados (coxinha e bolinha de queijo) + 50 docinhos (brigadeiro e beijinho).
  • 100 salgados (coxinha, bolinha de queijo e bolinho de carne) + 50 docinhos (brigadeiro e beijinho) + 1 bolo.
  • 200 salgados (coxinha, bolinha de queijo e rissoles) + 100 docinhos (brigadeiro, beijinho e cajuzinho) + 1 bolo.
  • 300 salgados (coxinha, bolinha de queijo, kibe e rissoles) + 200 docinhos (brigadeiro, beijinho, bicho de pé e beijinho de churros) + 1 bolo.

Vale a pena pensar também em cardápios mais elaboradores, talvez até uma linha premium para o kit festa, com salgados e doces gourmet, para ocasiões mais sofisticadas. Um kit contendo itens veganos e vegetarianos também é boa opção para atrair outro nicho de público.

3 cuidados na hora de montar o seu kit festa

Para que seu kit festa seja um sucesso, é importante ter atenção quanto a questões como:

1. Armazenamento

Para facilitar a sua rotina, você pode deixar os salgados congelados em saquinhos com as quantidades exatas, prontos para fritar. Cuidado com o armazenamento, os produtos devem estar em temperatura e ambiente corretos, conservação é fundamental para que o cliente consiga saborear o produto fresquinho.

2. Valores

Veja qual é seu gasto com a produção mais a mão de obra e estipule um preço competitivo para o seu kit festa. Cuidado! Combos muito abaixo do preço podem levá-lo ao prejuízo, já aqueles que são muito caros acabam perdendo a vez para concorrência.

3. Capacidade de produção

Cuidado para não se comprometer com o que não consegue atender. Faça o cálculo do máximo que você consegue produzir diariamente. Se você perceber que a demanda é maior do que a sua capacidade de produção, considere contratar a um funcionário fixo ou temporário ou invista em uma máquina de salgados para aumentar a produção e lucrar mais.

Se você gostou do conteúdo de hoje sobre como montar um kit festa, vai gostar deste também sobre produção automatizada de doces e salgados. Até a próxima!