Blog

COMO CALCULAR OS PREÇOS DOS SALGADOS E DOCES?

07 de Jun de 2021

Vários elementos devem ser levados em consideração para se precificar um produto e existem vários métodos sobre como realiza-lo. Você já ouviu falar sobre a Margem de Contribuição? É neste método que vamos nortear este artigo.

A Margem de Contribuição também é muito conhecida como lucro bruto da mesa, ela te dá total controle da precipitação e do indicador financeiro de lucro. Calma, não se assuste com estes termos, vamos exemplificar ao decorrer do texto.

Por onde começar?

Se você chegou neste artigo, com certeza você é um empreender que busca por conhecimento, pois a maioria dos lojistas não utilizam método algum para precificar seus produtos. Vamos começar com a seguinte informação: o preço deve partir do seu objetivo final, ou seja, do quanto você deseja de lucro. Mas para atingir este objetivo é necessário esforço, disciplina e muito estudo para que sua precipitação garanta a saúde financeira do seu negócio.

Margem de Contribuição na Prática

Você já sabe que a margem de contribuição é totalmente focada em lucro e que ela é uma das principais métricas de todo negócio. Agora vamos entender um pouco mais buscando a origem da palavra, onde: Margem = Borda Contribui = Ação de contribuir

Entendemos neste caso, a borda como uma camada que envolve o valor gasto com a mercadoria. Ela é o resultado da diferença entre a receita obtida na venda de um ou mais produtos e os seus custos e despesas variáveis.

Sua fórmula geral é: MC = PV - CV

Onde:

MC - Margem de Contribuição PV - Preço de Venda CV - Custo variável do produto

Antes de desistir de entender, vamos exemplificar para você entender com mais facilidade:

Kit Festa - Custo de Confecção R$20,00

50% - Margem de Contribuição Desejada (50% de lucro) = Kit Festa Preço de Venda: R$40,00.

Custos de compra ou confecção

Alguns exemplos de custos de compra ou confecção:

Preço dos ingredientes Frete de compra Embalagem Custo de brinde

Custos de venda

Fizemos uma lista com alguns exemplos de custos de venda, veja:

Comissão de canais de venda Royalties Taxas de cartão Antecipações

No caso de marketplaces ou aplicativos, cada plataforma possui uma política de comissão particular, onde a taxa pode variar.

Vamos à prática: Como precificar o salgado e doces?

Agora que você entendeu os elementos a serem considerados para precificar os salgados e doces, vou apresentar um exemplo para deixar mais claro.

Neste exemplo, Marcia é empresária do ramo alimentício. Ela comercializa doces e salgados para festas e deseja obter 40% de margem com a venda do Kit Festa. Vamos aos pontos:

O custo do Kit Festa é de R$40,00 A taxa do marketplace que ela trabalha é de 16% A alíquota tributária é de 4% Taxa de cartão é de 3%

Agora, vamos a fórmula:

Preço de venda = Custo do Produto / (1 - Taxas da venda - % Margem) Preço de venda = 40 / (1 - (0,16+0,04+0,03) - 0,40) Preço de venda = 40 / (1 - 0,23 - 0,40) Preço de venda = 40 / (1 - 0,63) Preço de venda = 40 / 0,37 Preço de venda = R$108,10

Então Marcia vai precisar vender cada Kit Festa por R$108,10 para obter os 40% de lucro, que seriam equivalentes à R$43,24.

Espero que este artigo tenha te ajudado a precificar seus salgados e doces. Boas vendas!